2022/01/23

VAI uma FOTO! 10' a ler

 




Histórias à Solta na EB Qtª das Sementes

LER POR PRAZER!

Vai começar uma nova itinerância da Biblioteca com a atividade "Histórias à Solta", desta vez na EB Quinta das Sementes (uma das escolas sem Biblioteca Escolar), em que se leva o livro e a leitura ao Pré-escolar e 1º Ciclo. As professoras bibliotecárias levarão na bagagem histórias deliciosas que, com certeza, vão deixar todas as crianças entusiasmadas e interessadas.
Estamos desejando...



AETL no Encontro aLeR+ (PNL)

No dia 21 de janeiro realizou-se, em Coimbra, o Encontro aLeR+ do Plano Nacional de Leitura, e com a Rede de Bibliotecas Escolares. Este contou com a presença da Diretora (professora Margarida Garcia) do Agrupamento e da professora bibliotecária (Graça Henriques), tendo a primeira participado no painel "Caminhos P'ra Ler+", onde se partilharam ideias e boas práticas das escolas aLeR+ convidadas. 

Foi um orgulho para o AETL este convite! Só nos mostra que temos, TODOS, de continuar a percorrer estes caminhos PR'A LER+...um caminho  que se vai fazendo...caminhando!




Vídeo apresentado no Encontro aLeR+


2022/01/20

Começou o Kid's Guernica

O projeto Kid's Guernica é um projeto internacional (nasceu no Japão em 1995) que promove a criação de murais artísticos através da educação para os valores (liberdade, igualdade e paz), e que se inspira na obra de Pablo Picasso - "Guernica" (1937).  
Em Portugal é a Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS) que desenvolve este projeto, este ano na 8º edição com o tema "DESENHAR A PAZ, PINTAR A IGUALDADE". 

E o AETL irá participar! 

A questão é esta: porquê defender a paz e a igualdade? O que se pretende? Que os nossos alunos, a partir da reflexão e debate de ideias sobre estes valores tão atuais, criem murais artísticos.

A Biblioteca Escolar já iniciou o trabalho colaborativo com professores envolvidos (Leocádia Lemos, Carlos Almeida e Marta Correia) visitando, em sala de aula, as turmas participantes, onde se tratou do seguinte: contextualizar o projeto; promover uma primeira partilha de ideias sobre valores (liberdade, paz e igualdade), mas que terão continuidade nas aulas de Cidadania e Educação Visual.


Quem irá participar? 5 turmas do AETL (1 de 5º ano - 5º A, 1 de 6º ano - 6º A e 3 de 8º ano - 8º D/E e F).
Quais as disciplinas envolvidas? Educação Visual e Cidadania.
Quais as parcerias? Biblioteca, AMRS e CMS.

Mãos à obra! 






















Mala de Sonhos no Pré-escolar

LER  POR PRAZER! 

A Biblioteca já entregou a segunda Mala de Sonhos na viagem por outras Escolas do AETL: JI da Cruz de Pau e, de seguida, para a EB da Quinta de Santo António. Leva na bagagem um mundo de histórias que vão permitir às crianças imaginar, divertir e aprender, através da exploração individual ou em grupo dos livros, ou mesmo em outros contextos. 

Esta é também uma forma encontrada de fazer a circulação de recursos pelas escolas básicas e jardim-de-infância, permitindo enriquecer este trabalho diário, ativo e proativo, das educadoras nas salas do pré-escolar.

E vivam os livros! E as histórias! 
Boa viagem!





Promover os Afetos

Promover os Afetos!

Promover os Direitos Humanos! Promover valores como a Tolerância, Igualdade, Respeito e Liberdade.

Neste âmbito, as Bibliotecas em articulação com a disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, lançam a atividade - Dia/Semana dos Afetos. Queremos que os nossos alunos debatam e partilhem ideias sobre a importância destes valores e dos afetos.

No final, vamos construir um MURAL DE AFETOS!


2022/01/16

Leitura e escrita com o Diário de Escritas


Plano 21|23 (eixo "Ensinar e Aprender") - Diário de Escritas

A Biblioteca Escolar trouxe esta ação para as suas atividades, tendo dado início ao Diário de Escritas nas Oficinas aLer+ (trabalho personalizado com grupos de alunos no âmbito da promoção da leitura e escrita, realizadas na Biblioteca) e em algumas turmas de 7º e 8º anos (convidou os professores de Português a participar, sensibilizando os alunos através de  visitas à aula). Este é um caminho que se quer progressivo, conquistando mais alunos e professores.

Com esta iniciativa pretende-se desenvolver competências de leitura e de escrita, vinculando o percurso leitor do aluno a um objeto pessoal criando laços afetivos, através da construção do seu Diário de Escrita. Os alunos tornam-se assim "autores", pois escrevem críticas sobre os livros lidos, refletem sobre as suas leituras, ampliam o vocabulário, fazem correção linguística, partilham textos e opiniões, melhoram a comunicação, ...

O trabalho criativo de personalização de cada diário é incentivado, através da criatividade capa e do diário, com desenhos, fotografias, colagens, frases...Assim, cada Diário de Escrita é único!








2022/01/09

Ler sempre! O papel do Leitor+

LER SEMPRE! POR PRAZER E PARA APRENDER!

O Agrupamento de Escolas Terras de Larus é uma Escola aLeR+, o que significa que prioriza o livro e a leitura junto da sua comunidade. Os alunos são o público-alvo, isto é, é junto deles que as Bibliotecas Escolares mais investem com vista a criar mais e melhores leitores e bons hábitos de leitura.

Este ano letivo o Agrupamento criou o LEITOR+, o representante da turma na área do livro e da leitura sendo o elo de ligação com as Bibliotecas. Este Leitor + é assim o responsável pela iniciativa "10 Minutos a ler" na sua turma, colaborando com os colegas, professores e Biblioteca na implementação deste tempo de leitura diária autónoma e por prazer (escolhas dos alunos). 

No dia 6 de dezembro realizou-se a primeira reunião (online) entre as professoras bibliotecárias e o Leitor+ das turmas de 2º e 3º Ciclos da EB da Cruz de Pau, tendo estado presente alguns destes representantes. Ouvimos as suas opiniões e recolhemos as suas sugestões.
Para a próxima queremos contar com mais presenças, pois juntos iremos melhorar a projeção da leitura no Agrupamento.


2021/12/11

Escrita criativa com os postais da Primeira Guerra Mundial

 

Os alunos do 9º ano foram desafiados a escrever postais de guerra, numa articulação Biblioteca/História.
Publicam-se alguns dos trabalhos produzidos de escrita de um postal à família ou namorada, em que os alunos encarnaram ser um soldado do Corpo Expedicionário Português que está em combate em França em 1918 (a azul os postais censurados por darem informação tida como confidencial ou mostrarem a dureza da guerra). 

Todos os postais merecem um elogio pelo empenho dos alunos, apesar de ter sido destacado um postal em particular que representa fielmente o espírito da atividade proposta. 
Gostámos muito desta atividade realizada na disciplina de História, em articulação com a Biblioteca. 

















Postal vencedor - David do 9º B